A Revista WWD, publicou hoje fotos de um ensaio fotográfico, acompanhadas de uma entrevista com Hero, que você pode conferir traduzida a seguir:

O ator britânico chega ao drama romântico “After” como o bad boy Hardin Scott.
Se tudo o que você sabe sobre Hero Fiennes Tiffin são seus ensaios editoriais, ou as cenas de seu personagem nos trailers do filme “After”, você pode se surpreender com a humildade saudável do verdadeiro Fiennes-Tiffin. Apesar de seu papel de estréia como protagonista no cinema – e um dos mais aguardados -, o ator de 21 anos parece estar enraizado em gratidão sem pretensão. Consciente de que a entrevista teve que ser remarcada várias vezes para encaixar uma turnê promocional em todo o mundo que estava apenas começando a aumentar, ele começou e encerrou a conversa com um pedido de desculpas pelo que estava fora do seu controle. “Desculpe por ter demorado tanto” diz ele, talvez pela terceira vez.

Ele pode interpretar o bad boy na tela, mas pessoalmente sua doçura brilha.

Para o ator e modelo britânico, seu caminho para estrelar ao lado de Josephine Langford em “After” foi um longo processo. Seu primeiro papel foi uma participação de um dia para um amigo de seu pai – um diretor de fotografia e diretor-roteirista – quando ele tinha nove ou dez anos; Seu próximo papel foi interpretar o jovem Tom Riddle em “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”, mais tarde retratada por seu tio, Ralph Fiennes. Seu outro tio é Joseph Fiennes; sua mãe também trabalha na indústria, como diretora. Fiennes Tiffin estava praticamente destinado às telonas.

“Acho que foi uma coisa gradual”, diz Fiennes Tiffin sobre sua incursão no cinema. “Minha família estando na indústria definitivamente teve um efeito sobre isso no começo, porque eu não teria considerado uma opção se eu não estivesse em uma família que faz isso.” Apesar de seus primeiros papéis, ele não foi imediatamente convencido [a atuar]. “Eu não saí pensando: ‘É isso que eu quero fazer’. Continuei indo para a escola e fazendo coisas normais de crianças que crianças querem fazer. E foi o tempo que passei longe da atuação que eu percebi o quanto eu gostava”, acrescenta. “Meus pais obviamente sempre me apoiaram muito nessa indústria, mas também me deixaram muito ciente de que isso não é garantido e você também deve ter um plano B e outras coisas. O que é, obviamente, completamente verdadeiro, mas felizmente agora estou em uma posição em que está indo bem.”

Indo bem é um eufemismo, embora Fiennes Tiffin permaneça democrático sobre a reação ao filme antes de seu lançamento oficial. O filme é uma adaptação da popular série de romance para adultos recém-publicada por Anna Todd, que começou a escrever a história como uma fan fiction de Harry Styles. (O personagem de Fiennes Tiffin teve seu nome mudado para Hardin Scott, para a publicação). Se tudo correr bem nas bilheterias, existem livros subsequentes da série prontos para serem lançados. O projeto tem semelhança com outro sucesso auto-publicado: “Fifty Shades of Grey”, que foi inegável em sua influência sobre a carreira da estrela Jamie Dornan. Ainda há algumas semanas até a estreia do filme, Fiennes Tiffin ainda não assistiu à edição final.

Estou esperando o momento certo – meu laptop está quebrado”, diz ele. “Eu tenho a capacidade de assisti-lo; Eu vou assistir quando for a hora certa.” Ele não estava com muita pressa, no entanto. “Eu sinto que assistir a si mesmo é sempre um pouco estranho, mas assistir a si mesmo em cenas de sexo provavelmente será um pouco mais estranho. Estou interessado em ver como eu reajo.”

Hero Fiennes/por: Jenna Greede

“Espere e veja” define grande parte da abordagem de Fiennes Tiffin à sua carreira no momento. Com tanto fandom em torno do projeto, ele parece destinado a se encaixar nas mentes da já dedicada base de fãs do livro. O ator descreve a atenção como positivamente esmagadora. “É ótimo o tanto de apoio que temos e tivemos desde o início até agora. É muito útil em termos de interação, porque isso é muito novo para mim e bastante impressionante. Eu provavelmente não sou o melhor em manter contato com os fãs, mas o apoio é todo reconhecido e apreciado.”

Apesar de sua popularidade, o ator não tinha ouvido falar do livro antes de sua audição, e ele não o leu depois de ser escalado, sustentando que era melhor ficar com apenas um pedaço do material de origem para não interpretar mal nenhum aspecto do personagem. Ele sustenta que seu interesse no projeto é motivado pelo personagem: “a profundidade e mistério de um personagem que lentamente se desenrola e lentamente dá ao público mais e mais conhecimento [sobre o interior do personagem] é muito atraente para um ator”, diz ele. “É aquela história de amor que nunca fica velha, contada de uma forma moderna e refrescante.”

Brevemente contada, a história é a seguinte: uma boa menina doce e bondosa vai para a faculdade e conhece o bad boy descompromissado com sotaque e um “problema de raiva”.

Fiennes Tiffin aborda a premissa com uma boa dose de realismo romântico.

“Acho que está tentando dizer a verdade geral de que há pessoas que se amam e haverá dificuldades em seu relacionamento, e o amor é um tipo de coisa que vai, de alguma forma, superar todas essas dificuldades”, diz ele. “E pode não ser bonito, mas esperançosamente o final será. Isso é o que eles estão buscando.”

Enquanto um retorno a Hardin Scott pode estar nos planos (há muitos outros livros “After” para explorar, sem mencionar um “Before“), Fiennes Tiffin tem alguns outros projetos flutuando em torno dele que o ator está “muito, muito interessado”, um dos quais, um drama da Guerra Civil.

“Nesta indústria você tem que esperar e ver”, diz ele. “Muitas coisas têm que se mover e isso é apenas a natureza de tudo, então você meio que quer manter a mente aberta e não se amarrar em uma coisa. Mas as coisas que estamos ligados, estou bem animado.”

Particularmente na preparação para “After”, ele está levando as coisas dia a dia.

“As pessoas perguntaram ‘Estou pronto para isso?’ e sempre digo que sinto que estou o mais preparado que posso estar”, diz ele. “Mas não acho que você pode estar pronto para algo que não conhece. Acho que tenho que ser grato, aceitar um dia de cada vez e ver aonde vai.”

Hero Fiennes/por: Jenna Greede

 

Hero Fiennes/por: Jenna Greede

Arquivado em Artigos, Destaque, Entrevista, Matérias, Notícias