Em homenagem ao vigésimo segundo aniversário do Hero, hoje (6), o The Gentleman’s Journal liberou uma matéria em seu site, que você pode conferir traduzida abaixo.

Texto por: Joe Bullmore

O ator britânico de 22 anos é o mais recente de uma dinastia local de sucesso. Mas onde — e como — Hero se encaixa em sua famosa família?

Hero Fiennes Tiffin: eu diria para você se lembrar deste nome, mas você já sabe disso, não sabe? — ou metade dele, pelo menos. A árvore da família Fiennes é decorada com mais enfeites do que a árvore de Natal de uma condessa. Tem o Mark, o fotógrafo e ilustrador; Jennifer, a novelista; Martha e Sophie, ambas diretoras; Magnus, o compositor; e Joseph e Ralph, os atores.

Agora tem Hero, herdeiro de 22 anos da dinastia e um ator brilhante por mérito próprio. Ele usa o nome de maneira leve, mas cuidadosa, como um terno de seda e caxemira.

“Definitivamente expressamos nossa criatividade em família”, ele ri. “Embora, na verdade, eu não falo muito com eles sobre atuação, porque eles estão bastante ocupados e se espalham. Quando os vejo, o mais interessante é falar sobre a família, os filhos deles, meus priminhos que não vejo há anos. Preferimos usar esse tempo com o bate-papo em família do que com o trabalho. Mas eles sempre dão muito apoio e fazem check-in e me dizem que estão orgulhosos, o que significa muito”.

“Definitivamente expressamos nossa criatividade em família…”

O sobrenome já pesa bastante? “Bem, isso me leva à jogo e, quando estou lá, tenho grandes expectativas para atender”, diz ele. “Mas, realmente, nada além de coisas boa vem disso. Tenho muita sorte de estar nessa posição.”

Nesta profissão, você faz sua própria sorte. E Hero forjou uma boa parte disso com seu papel em After, um drama romântico com raízes no mundo da ficção de fãs online. O filme foi lançado apenas no início deste ano, mas a produção já terminou em uma sequência, After We Collided. Às fãs, fiquem atentas; Hero está voltando para suas telas.

E fãs existem. Online, uma energia febril gira em torno do jovem ator. Existem 49 contas de fãs dedicadas apenas ao Hero no Instagram, um nível de obsessão que até o tio Ralph lutaria para calcular.

“Nunca fui tão grande no Instagram”, diz Hero. “Prefiro ouvir o que as pessoas têm a dizer na minha cara — não gosto muito de rolar pelos comentários e me controlar, mas agradeço todo o amor que elas estão demonstrando.”

Essa nova geração conhece as métricas rígidas das contagens de seguidores e os sentimentos inconstantes dos dedos trêmulos. “Existem muitas profissões em que seus seguidores nas redes sociais são fundamentais agora”, diz ele. “Mas perseguir seguidores é estranho para mim. Prefiro me concentrar no trabalho”, diz ele. “Se você for bom, conseguirá trabalho. E se eu tiver comida na geladeira e roupas nas costas, ficarei feliz!”

Matéria Original: The Gentleman’s Journal | Tradução: Caroline (Equipe Hero Fiennes Tiffin Brasil)

 

 

Arquivado em Notícias