“Fragrâncias e Amor” — GQ Alemanha

Na categoria “Fragrâncias e Amor”, apresentamos todos os meses uma fragrância que nos fascina de uma maneira muito especial. Na edição de março, é Ferragamo.

Pensamento Gaveta? Por favor não! Empresário ou artista, super-herói ou estudante: visionários não precisam de rótulos. Evidência para o perfume fresco Ferragamo é o ator britânico Hero Fiennes Tiffin, para quem esta fragrância expressa um senso de liberdade. Então, se você gosta de correr riscos, não deve perder esse passeio olfativo.

De onde o perfume o lembra?

Filmamos a campanha em um terraço. É também o tipo de lugar que eu associo a esta fragrância. Uma bela vista, o pôr do sol, uma brisa leve – isso faz parte deste perfume para mim.

Qual animal seria o perfume?

Um tubarão. É apenas muito forte, muito fresco e muito suave – claramente um tubarão!

©: Jörn Kaspuhl

Que cor você vê?

É um azul delicado e cristalino que flutua um pouco no azul acinzentado. Eu não sei por que, mas essa é a cor que vem à minha mente.

Que tipo de música você ouve?

Não importa se é um coração ou uma nota alta – a música que vem à mente imediatamente com esta fragrância é “Feel Good Inc.” do Gorillaz. Quando ouço essa música, estou pronto para o dia, independentemente dos desafios que me aguardam.

Como é o cheiro? 

Bergamota e limão proporcionam frescura. Como nota de fundo, musgo e vetiver (planta) com cedro e almíscar dão o tom.

O que é a nova masculinidade pra você? 

Na era em que vivemos, a masculinidade muda veementemente e todos têm sua própria interpretação. Para mim, nova masculinidade significa ter confiança, conhecer a si mesmo tão bem que você sabe o que quer e, então, busca esses objetivos. Não se deve circuncidar pelo que a sociedade define como masculino. Você tem que seguir seu próprio caminho — sem limites. Esta é uma nova masculinidade para mim.

O que é tipicamente feminino, tipicamente masculino para você?

Há certas coisas que associamos a homens ou mulheres através de nossa educação ou experiência. Mas hoje em dia essas demarcações estão sendo derrubadas e isso é uma coisa boa. Não entendo por que algumas pessoas têm problemas quando alguém quer usar algo que não corresponde ao rótulo clássico. Esses limites foram introduzidos artificialmente pela sociedade e devem ser quebrados novamente, e ninguém além de nós mesmos deve definir quem queremos ser.

Matéria Original: GQ Alemanha | Tradução: (Equipe Hero Fiennes-Tiffin Brasil)
Arquivado em Entrevista, Ferragamo, Matérias, Notícias