Sejam bem-vindos ao Hero Fiennes Tiffin Brasil, a sua maior e mais completa fonte sobre o ator. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos.

O ator interpreta Hardin Scott em “After: Depois do Desencontro”, que estreia em 3 de setembro. Ele nos conta sobre sua perspectiva sobre saúde mental e Instagram, a relação que tem com seu personagem e algumas anedotas das filmagens.

[…] Falamos com Hero, ou melhor, Hardin Scott em ‘After: Depois do Desencontro’ sobre este capítulo final. Ele nos conta sua perspectiva sobre saúde mental e Instagram, sua relação com seu personagem e algumas anedotas importantes da gravação.

O que você leva desse terceiro filme?

É um prazer estar de volta e uma honra poder trazer esse personagem à vida mais uma vez. Tenho que agradecer aos fãs por nos apoiarem, devemos tudo a eles! Espero que o terceiro filme seja o que eles esperam. Eu amo esta última edição, espero que gostem tanto quanto nós. Estou muito animado.

Qual dos três filmes é seu favorito?

O terceiro ou o quarto. Tenho procurado melhorar a cada filme, nem sempre é tão fácil quando você faz várias partes da mesma história. Mas acho que conseguimos, acho que encontramos uma maneira de fazer melhor a cada vez.

Como você se preparou para interpretar o papel de Hardin, um garoto tóxico e, a princípio, bastante sombrio?

É uma pergunta muito boa que, além disso, também me fiz. Eu aprendi que você não pode julgar seu personagem, se você está interpretando ele, você tem que encontrar uma maneira de, pelo menos, emocionalmente ou logicamente, justificar porque este é o caso, e isso é um grande desafio. Além disso, foi mais difícil interpretá-lo antes que o público pudesse ver no segundo filme o que o torna daquele jeito e por que os demônios de sua infância o levaram a se comportar assim. Foi difícil encontrar uma forma de justificar sua atitude, mas é muito importante fazê-lo.

O que o mantém com os pés no chão?

Devo isso aos meus amigos, às pessoas ao meu redor e ao lugar onde cresci, porque lá parece que nada mudou. Eles não me tratam de maneira diferente e essa é a principal razão pela qual posso permanecer com os pés no chão.

Hardin é um menino muito tóxico, tem muitos problemas psicológicos…

Sim, a verdade é que ele é muito inteligente, mas tem muito o que lidar. É muito difícil para ele fazer isso. Conheço pessoas que estão lutando na mesma situação e é muito difícil. O que ele tem é esperança e força de vontade, e quem mais o ajuda é Tessa. Ele tenta, você pode ver em todos os momentos que ele tenta fazer o melhor que pode, mas é muito difícil trabalhar isso considerando o seu jeito de ser.

O que você acha sobre saúde mental? Você acha que é importante dar visibilidade?

Sim, é definitivamente muito importante, concordo totalmente. A gente sabe tanto sobre tantas coisas, mas existe um vazio enorme quando o assunto é saúde mental… É bom ver as pessoas falando muito mais sobre isso, é urgente!

Agora que avançamos na saúde mental, você acha que personagens com a imagem do bad boy com problemas acabarão por se extinguir?

Mmmm eu não sei. Não acho que necessariamente vá acabar. Também não acho que seja uma coisa ruim, porque quando você explora a parte mais extrema da personalidade um do outro, você aprende como não precisa estar na vida real, e isso é através do entretenimento. Acho que é importante ter personagens com problemas, para que possamos aprender com eles.

Existe algo que você mudaria em seu personagem?

Não, não acho que mudaria nada. Se fosse na vida real, teria muito no que trabalhar. Mas com o propósito de entreter, acho que ele é perfeito. Os personagens que Anna Todd criou são incríveis, mas o que mais gosto em ir para o trabalho é poder interpretar este em particular. É um privilégio.

E o que você aprendeu com ele?

Sim, muitas coisas. Acima de tudo, a importância do autocontrole, algo que ele não tem e que acho muito importante. Tente não agir irracionalmente e emocionalmente, obviamente suas emoções influenciam as decisões, mas… você me entende. Não aja impulsivamente, mas logicamente e não tenha pressa, porque do contrário você se arrependerá. Dê um tempo, reflita sobre isso.

Você já foi um pouco Hardin na vida real?

Sim, acho que todos nós fomos. Todos se sentem identificados até certo ponto, mas eu levo o meu ao extremo. Cada vez que coloco um casaco, lembro-me dele. É como se ele perseguisse você, se tornasse parte de você e ficasse com você.

Seus tios são Ralph e Joseph Fiennes, dois grandes atores conhecidos. Que conselho eles já lhe deram quando se trata de atuar?

Você sabe o que? Eles fizeram isso brevemente e eu sei que se eu perguntasse, eles fariam mais. Nunca nos sentamos e tomamos notas, mas se alguma vez precisei de algum conselho, eles sempre estiveram lá; na verdade, perguntei a eles algumas vezes. Não muito, mas eles estão definitivamente lá se eu precisar deles.

Existe muita diferença entre o livro ‘After We Fell’ e o filme?

Sim. A verdade é que não li os livros porque sabia que seriam diferentes do roteiro. É triste, mas você não pode torná-lo exatamente igual ao original, há muitas coisas que precisam mudar. Tenho certeza que o filme tenta ficar o mais próximo possível do livro nos pontos principais, mas há outros que não funcionam da mesma forma e que precisam ser mudados e adaptados pela natureza.

Você tem 7,5 milhões de seguidores no Instagram, mas mal faz upload de fotos. Você não os usa muito? O que você acha das redes sociais?

Redes sociais são ótimas para muitas coisas, é uma plataforma ótima, muito poderosa, acho que no geral é uma coisa muito positiva. Cresci sem elas, usando-as apenas para manter contato com meus amigos ou para avisar quando estava passando a noite fora, e agora mudei para relacioná-las mais ao trabalho. Eu amo ver o apoio dos fãs. É demais para mim, às vezes me oprime.

Eu me sinto estranho postando muito e documentando minha vida quando eu prefiro ver com meus próprios olhos ao invés de uma tela. Talvez um dia eu acorde e comece a postar mais, vai em fases. Uma rede social pode te sugar com muita facilidade e, para ser honesto, estou gostando de não postar constantemente. Mas eu acho que no geral é ótima.

Você também é um modelo. Qual das duas profissões você mais gosta? Quer tentar mais alguma coisa?

Definitivamente, atuar. Sou muito grato pelos trabalhos como modelo que tive, mas acho que atuar exige mais criatividade.

Você pode revelar algo sobre seus próximos projetos?

Eu tenho um filme que terminei há um mês em Los Angeles, ‘First Love’, que estou ansioso para as pessoas assistirem e acho que será possível até o final deste ano. E outro que não tenho certeza se posso falar, mas que já terminei de gravar e que espero que saia ainda este ano. Quero estar sempre em contato com as pessoas e em busca de novos projetos.

Como você encara essa nova etapa, agora que a pandemia está muito mais avançada?

Acho que felizmente estamos voltando aos poucos à normalidade, o que é muito bom. Gosto de como era a minha vida e como está agora, mudou em alguns aspectos, mas em muitos outros continua a mesma.

Você se lembra de alguma anedota legal das gravações?

Lembro-me de uma com Jo e Chance (Perdomo). Cada vez que um de nós entrava em seu quarto, colocávamos algo em sua porta para que ele não pudesse sair. Começamos com um copo d’água, depois uma cadeira, depois um sofá… Porque estávamos no 24º andar do hotel e não podíamos sair de lá e tínhamos que nos divertir de alguma forma.

Fonte: Cosmopolitan | Tradução e Adaptação: Equipe Hero Fiennes Tiffin Brasil

Hero Beauregard Faulkner Fiennes Tiffin (Londres, 6 de novembro de 1997) é um ator e modelo britânico, conhecido por interpretar o jovem Tom Riddle em Harry Potter e o Enigma do Príncipe em 2009. Hero nasceu em Londres, Inglaterra, filho do roteirista George Tiffin e da diretora cinematográfica Martha Fiennes. Tiffin tem um irmão mais velho chamado Titan e uma irmã caçula chamada Mercy.
Saiba mais
Status do site

Nome: Hero Fiennes-Tiffin Brasil
No ar Desde: 06/11/2018
Equipe:  Conheça nossa equipe.
Visitas: |
Host: Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy
O Hero Fiennes-Tiffin Brasil não tem qualquer ligação com o Hero, familiares, diretores e seu agente. Todo o material postado aqui é de propriedade de seus respectivos autores. Pedimos que se usarem algo da nossa autoria, como traduções, fotos ou qualquer outra coisa, por favor não esqueçam de creditar. Se você é dono de algum material que foi postado aqui e deseja que seja removido, entre em contato antes de tomar qualquer ação legal.

APARIÇÕES E EVENTOS ENSAIOS FOTOGRÁFICOS E CAMPANHAS FLAGRAS FILMES SÉRIES SCANS VARIADAS