Sejam bem-vindos ao Hero Fiennes Tiffin Brasil, a sua maior e mais completa fonte sobre o ator. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos.

Showing all posts for Notícias


Exclusivo: Hero Fiennes Tiffin traz o passado de Hardin à luz em “After We Collided”

“Foi como uma lufada de ar fresco. Era o que eu sempre quis.” – Hero Fiennes Tiffin

Fãs de todo o mundo tiveram a chance de assistir ao segundo filme do fenômeno da série After Hero Fiennes Tiffin explodiu em uma sensação da noite para o dia graças ao primeiro filme e agora com o grande lançamento de After We Collided na Netflix , sua popularidade vai continuar a disparar. Mas junto com a fama recém-descoberta, ele também está usando a sequência para mostrar mais de suas habilidades de atuação como Hardin, o bad boy com um passado sombrio.

Seventeen teve a chance de conversar com Hero sobre trazer o passado de Hardin à luz nesta nova sequência, os fãs e suas esperanças nos dois filmes finais .

17: Tivemos que ver muito mais do passado de Hardin em After We Collided . Como foi ser capaz de retratar isso na tela?

Hero Fiennes Tiffin: Foi como uma lufada de ar fresco. Foi o que eu sempre quis, porque tem aspectos do personagem dele que no primeiro filme não são totalmente justificados, é meio bom, porque prolonga a história toda. É muito bom que as pessoas conheçam toda a história, tem toda aquela coisa de, “Não julgue um livro pela capa.” Você não quer julgar uma pessoa porque nunca sabe tudo sobre ela. É bom para os fãs e o público finalmente saberem, não a história completa, mas você sabe mais sobre como ele é e por que ele é desse jeito. Eu sempre estive ansioso por isso e estou feliz por termos feito.

17: Há um novo triângulo amoroso em jogo graças à introdução de Trevor. Qual foi sua reação a isso?

HFT: Assim como todo mundo de Shakespeare e provavelmente até antes dele, eu amo triângulos e é uma coisa típica. Mas você sempre quer fazer isso de uma forma refrescante para que nunca fique velho. Acho que conseguimos fazer isso. Acho que é uma história realmente divertida adicionar o componente extra. Sim especialmente.

17: Ainda há muito da história por vir, graças aos dois próximos filmes. Como você se sente sabendo que ainda tem um pouco mais para mostrar aos fãs?

HFT: Temos muita sorte. Temos que agradecer aos fãs por nos apoiarem a ponto de sermos capazes de fazer isso. Estamos muito gratos. Obviamente, há muito mais história para contar, como todos sabemos por vários livros. Sabemos que temos mais a dizer e estamos simplesmente sortudos, felizes e gratos por podermos trazer isso à vida para eles novamente.

17: As filmagens dos dois últimos filmes acontecerão consecutivamente. Quão emocionante é saber que agora existe realmente um fim?

HFT: Tem que acabar e temos muita sorte de ter feito o que fizemos até agora. Você sempre deve ser grato pelo que foi capaz de fazer. Os livros viverão para sempre, os filmes viverão para sempre. Não vou insistir nisso e ficar triste tanto quanto por ter que dizer adeus a alguma coisa. Mas, se você ficar triste [com o fim], assista de novo.

17: O que você está animado para os fãs verem e que ainda não viram?

HFT: Eu acho que o fato de seu relacionamento ser uma batalha constante para eles, se – porque é um se – nós conseguirmos ver algum tipo de resolução, que eu acho que todos os fãs querem ver, isso seria incrível. É aquele tipo de coisa consistente que você tem com os filmes sobre relacionamentos em que eles lutam para ficar juntos, e é aquela coisa de quererem e como vão. Estou animado para que os fãs vejam se o fazem e se sim, como estão. E, se não o fizerem, como não funcionou. Aconteça o que acontecer, no final, fico feliz por poder terminar de contar essa história.

17: No final do filme mostra-nos que o mendigo que vimos no início que Hardin afasta era na verdade o pai de Tessa. Como isso mudará as coisas no terceiro filme?

HFT: Oh, Deus, isso é muito arriscado para eu dizer. Não sei, mas presumo que, se acabar assim, você verá alguma continuação disso. Mas, novamente, isso é uma suposição. Você nunca sabe, então vamos esperar que sim.

Original | Tradução e adaptação: Equipe Hero Fiennes Tiffin Brasil

Foi o filme de 2019 que viralizou na Geração Z. A criação de Anna Todd, a série de livros online da autora, After, chamou a atenção dos cineastas quando se tornou viral em um site de fan fiction da Internet em 2013. Agora, a série fez um retorno fulgurante para a aguardada sequência After We Collided. Estrelando a australiana, Josephine Langford, o inglês Hero Fiennes-Tiffin e o americano Dylan Sprouse, o episódio recém-lançado mostra Tessa (interpretada por Langford) lutando com seu relacionamento complicado com Hardin (Fiennes-Tiffin) enquanto é tentada por Trevor (Sprouse) . O dilema de Tessa é aquele que pode mudar suas vidas para sempre.

Dentro do filme, a dinâmica coletiva está repleta de suspense e tensão sexual, mas, fora do set, o trio talentoso exala nada além de energia e sarcasmo alegre.

“Somos pagos para gostar um do outro”, brinca Sprouse enquanto fala com nossa diretora editorial, Jessica, por meio de uma ligação da Zoom.

Numa conversa sobre amor, confiança e aquelas cenas, colocamos os dilemas dos personagens para os atores — e vemos o que eles fariam quando se trata de questões da cabeça versus o coração.

GRAZIA: Parabéns por este filme! É muito mais sexy que o primeiro. Hero e Josephine, essas cenas quentes são um desafio para filmar?

Josephine: “Cenas que [exigem que sejamos] emocionalmente vulneráveis ​​podem ser mais difíceis do que cenas [onde] temos que ser fisicamente vulneráveis. Quando você está fazendo isso com alguém em que você já teve essa dinâmica e já fez isso antes… e quando você está fazendo isso em um ambiente profissional, é muito técnico e é muito parecido com qualquer outra cena. ”

Dylan, nós amamos você neste papel — e em um terno! Trevor é muito bom em suas primeiras interações com Tessa no elevador. Você era tão bom na vida real quando se tratava de flertar?

Dylan: “Uh não, nem um pouco. Eu era uma criança grande para a média da minha idade, passei minha adolescência consumindo muito pudim de tapioca e nunca fui um sucesso com as mulheres. Na verdade meu irmão era um mulherengo, eu nunca aprendi e pelos deuses é um milagre eu conseguir ter a namorada que tenho hoje. Mas eu usei muito a atuação para tentar interpretar essa cena.”

Hero, nós conversamos com você durante a coletiva de imprensa do primeiro filme e você disse que uma das maiores lições que aprendeu em um relacionamento foi ser honesto. Foi mais difícil interpretar Hardin neste filme porque, como vemos, ele às vezes não é tão honesto às vezes?

Hero: “É uma boa pergunta. Eu acho que quando seu personagem faz algo com que você não necessariamente concorda pessoalmente, como ser honesto em um relacionamento, você meio que tem que separar suas próprias opiniões disso quando está desempenhando o papel — tipo, se coloque em uma posição onde você concorda totalmente e apoia tudo o que eles fazem e dizem. Cheguei a um ponto onde entendi o raciocínio de por que ele não seria assim.

Talvez tenha sido um pouco desafiador no início, mas você realmente só precisa se colocar no lugar deles e apoiar totalmente todos os seus pensamentos e ações. Eu acho que fiz isso.”

Josephine, Tessa está tão crescida neste filme. Ela sempre teve uma grande bússola moral, mas nesta edição, ela está muito mais confiante nisso e dentro de si mesma. Você é uma australiana que entrou em outro mundo que é Hollywood — houve um momento em que você, como Tessa, realmente começou a afundar em sua própria confiança?

Josephine: “Não, eu ainda acho que estou lidando com isso, para ser honesta. Você se acostuma com as coisas e aprende coisas e lentamente vai ficando, torna-se o novo normal. Eu sou horrível, mas estou melhorando em responder perguntas de uma forma coerente com uma estrutura de frase normal. É algo com que geralmente tenho dificuldade.”

Esta pergunta é para todos vocês. Quando se trata de assuntos do coração, você segue sua cabeça ou seu coração?

Josephine: “Eu acho que há muitos órgãos que entram em ação. Eu acho que é uma situação mais meio a meio. Você tem que ser lógico sobre as coisas, mas você também tem que… não faz sentido estar com alguém que parece ser perfeito, mas você não tenha sentimentos pela pessoa.”

Dylan: “Tenho o cérebro muito disperso [e] tenho uma lista que analiso quando penso em pular em algo, [coisas] que aprendi com todos os erros do meu passado. Tipo, estou com fome? Eu estou com sono? Estou com raiva? E eu me faço uma lista de perguntas. E depois disso, eu começo a fazer a ação e ainda ignoro tudo o que falei para mim mesmo e faço isso com meu coração de qualquer maneira. Então, é estranho, gosto de fingir que uso minha cabeça.”

De um modo geral, vocês optam por um tipo de amor mais sensível — ou do tipo louco e que consomem tudo?

Hero: “Eu acho que é um equilíbrio. Pode ser um ou outro, mas acho que eu pessoalmente precisaria dos dois.”

Josephine: “No momento, já me sinto como uma mulher de 60 anos, então estou pronta para sossegar, xícara de chá.”

Dylan: “Você quer sensibilidade, certo? Mas você também não quer um pedaço de pau na lama, tipo, você precisa ter alguém um pouco louco em alguns aspectos.”

Josephine: “Você precisa de um louco para combinar com o sua loucura.”

Josephine, se você estivesse no lugar de Tessa, você teria escolhido Hardin ou Trevor?

Josephine: “Eu escolho a terceira opção, eu mesma. E eu escolho ser solteira.”

Cena favorita para filmar?

Josephine: “Foi muito bom fazer as cenas da fraternidade com o grupo do elenco. Porque éramos todos da mesma idade e não tínhamos os visto há muito tempo. Eu sei que é uma resposta clássica, mas é sempre muito bom se reunir com as pessoas. Então, as cenas de festa.”

Vocêm parecen ser bem próximos. Como foi a dinâmica no set?

Josephine: “Foi muito diferente. Tivemos que forçar isso.”

Hero: “Nós nos odiamos. É apenas trabalho.”

Dylan: “Somos pagos para gostar um do outro.”

Categorias: Notícias

LONDRES – Superdry escolheu o ator Hero Fiennes Tiffin para ser o novo rosto da marca para o outono.

A campanha foi inspirada no livro “A Idade da Adolescência: Fotografias de Joseph Sterling, 1959-1964”, que a marca encontrou em uma viagem de compras vintage para La Brea em Los Angeles. A marca disse que quer trazer a cultura adolescente rebelde americana bem documentada do livro para o século 21.

Phil Dickinson, diretor de criação da Superdry, disse que esta coleção e campanha são o primeiro conceito criativo que se reúne com “A verdadeira alma da marca”.

“A categoria de estilo original e vintage é uma de nossas características estéticas, amada pelo estilo obcecado em todo o mundo e através de gerações. É apenas no ponto e sem esforço legal. Temos uma abordagem autêntica ao artesanato e um espírito verdadeiro na narrativa desta coleção. Estávamos procurando um ícone que incorporasse essa confiança relaxada e trouxesse um nível de charme rebelde ”, disse ele.

“Hoje, ninguém faz isso melhor do que Hero. Fomos inspirados pela ideia de Heróis e Rebeldes, que meio que parece certa e natural para o lançamento desta coleção ”, acrescentou.


Nascido e criado no sul de Londres, Fiennes Tiffin iniciou sua carreira interpretando Tom Riddle, o jovem Voldemort, em “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”. Ralph Fiennes, que interpretou Voldemort em toda a franquia, é seu tio.

Seu último filme, “After Depois da Verdade”, uma sequência do filme “After” de 2019, que conta a história de amor de dois jovens adultos, está fazendo dele um galã para uma nova geração.

“Para mim, essa foi uma grande parceria e um projeto criativo, já que este é o tipo de estilo que adoro usar de qualquer maneira”, disse Fiennes Tiffin, que usou itens da nova coleção Superdry Original & Vintage e da coleção premium de edição limitada, na campanha.

“Certa vez, recebi um conselho muito bom: ‘Certifique-se de usar as roupas e não deixe as roupas vestirem você’”, acrescentou.

Com 5,7 milhões de seguidores no Instagram, Fiennes Tiffin também é o embaixador da nova fragrância masculina Salvatore Ferragamo, e foi modelo para a Dior Men’s e H&M.

Fonte| Tradução e adaptação: Equipe Hero Fiennes Tiffin Brasil

Hoje (6), Hero Fiennes Tiffin e Dylan Sprouse fizeram juntos uma live pelo Instagram oficial do filme After na Alemanha, para responder perguntas sobre seu próximo filme, After: Depois da Verdade. Confira abaixo um resumo traduzido do que os dois conversaram.

A primeira pergunta que os dois responderam foi, qual cena foi mais divertida de gravar. Dylan respondeu que a do apartamento, onde Hardin chuta a porta. Hero disse que era a única cena que eles tinham juntos e eles brincaram que talvez não fosse, mas que não podiam dar spoiler. Hero falou que para ele seria essa cena também, e ressaltou que teve uma boa dinâmica entre os três (Ele, Dylan e Jo). Em seguida, Dylan chegou a comentar que assistiu ao primeiro filme para entender o ritmo e se ambientar, mas que realmente não se comparava ao segundo, afirmou que eles são muito diferentes.

Foi perguntado também como era ter Dylan no set. Hero elogiou bastante sua atuação, e que assisti-lo entrar no personagem, fez com que ele entrasse no clima do filme com mais facilidade. Hero também falou que foi divertido ver Dylan improvisar na cena do banheiro, que em cada tomada ele fazia algo diferente e era engraçado, mas, de novo, não queria dar spoilers.

Como se já não soubéssemos… Hero falou que AWC nos deixará querendo mais; não vai ser o suficiente para nos manter satisfeitos. AWF aqui vamos nós! Assim como já tinha mencionado antes, Hero disse que veremos mais do ‘Hardin dos livros’, mais sobre o que se passa na cabeça dele.

De volta a falar sobre as filmagens, Dylan comentou com humor que achava Trevor estiloso, quando se tratava de suas meias, cuecas e acessórios. Também disse que ficou com um dos ternos do Trevor, e Hero, que não é bobo, admitiu ter ficado com um anel do Hardin (assim como no primeiro filme), mas que ele levou pra casa por acidente.

Os atores, com bom humor, afirmaram estar em contato com Josephine e que ela parece estar muito bem.

Voltando para seu personagem, Hero diz que é difícil encontrar semelhanças entre os dois; que há mais diferenças, mas ele gosta de determinadas características do Hardin, como sua lealdade. Ele disse que acreditava ser 50% parecido com Hardin, e depois reduziu a porcentagem para 47,5%, e Dylan não perdeu tempo para zombar, dizendo que era um valor bem específico.

Hero comentou que aprova o fato de Trevor entrar na história, pois acrescenta mais profundidade ao relacionamento de Hardin e Tessa. Ao serem questionados sobre qual seria a maior diferença entre Hardin e Trevor, Dylan diz que Hardin é mais passional, enquanto Trevor é analítico. Hardin é mais corajoso e Trevor pensa muito. Para Hero, era mais difícil gravar as cenas onde tinham muitas pessoas no set, porque precisava esconder todo mundo ao mesmo tempo.

Sensato como é, Hero disse que sua série favorita é Game of Thrones (exceto a última temporada).

Sobre ter Louise Lombard no set, Hero diz que a presença dela foi muito agradável, ainda mais por ela interpretar sua mãe. Também foi perguntado qual seria o papel dos sonhos deles; Dylan disse que muda o tempo todo, mas que queria se aventurar em algo medival. Já Hero permaneceu na resposta segura, “outro filme de After”.

Hero disse que as filmagens duraram cerca de um mês, mas que trabalharam por mais tempo por conta do tempo de preparação e das provas de figurino. Ele disse que gostou de ter se envolvido mais neste filme porque pôde dar mais opiniões sobre as tatuagens e acessórios de Hardin.

Hero disse que foi incrível ter Anna trabalhando junto com os atores porque ela conseguia dizer o que funciona nos livros, mas no filme não funcionaria. “Ela era a pessoa perfeita para estar lá e nos colocar na direção certa das mudanças.”

Por fim, pediram para eles definirem um ao outro em três palavras. Hero respondeu: hilário, barbicha (por conta da barba que ele está deixando crescer) e descontraído. Já Dylan respondeu: Lego, tomate e com certeza bonito.

A era #AfterDepoisDaVerdade começou e está sendo baque atrás de baque. Com o filme chegando nas telas em alguns países a divulgação está cada vez mais forte e firme nos locais.

Por isto listamos aqui quais são as lives/entrevistas (que forão divulgadas) que vão ocorrer durante esta semana.

Hoje (06/08) acontecerá uma live Q&A com Hero Fiennes Tiffin e Dylan Sprouse para divulgação do filme em que Hero interpretará Hardin e Dylan, o Trevor. A live acontecerá pela conta do instagram @afterfilm.de às 15h30 horário de Brasília.

O @aftermovie_dk e a youtuber Anna Briand entrevistará Hero, Josephine Langford e a autora do livro, Anna Todd. O Q&A sairá no canal de youtube da Briand e você pode deixar suas perguntas referente ao filme na conta @aftermovie_dk.

Sairá também uma entrevista da revista alemã, Bravo Magazin, que participarão Hero, Josephine e Anna Todd e você pode deixar as suas perguntas aqui.

O Team World também irá entrevistar Anna, Hero, Josephine e Dylan amanhã (07/08) e você pode deixar suas perguntas no tweet em que eles informaram sobre a entrevista.

O filme #AfterDepoisDaVerdade aqui no Brasil ainda não tem previsão de estreia por conta da situação atual do país, mas nem por isto fomos esquecidos no “churrasco”. A Diamond Films BR, atual distribuidora do filme aqui no Brasil, irá promover um painel do longa no evento Geek Nation Livestream. O painel contará com a presença de Roberta Gurriti, Naty Gerez e Angélica Bello para um bate-papo sobre os livros e expectativas para o próximo filme. O evento acontecerá no dia 15/08/2020 no canal da Geek Nation no youtube, porém o horário ainda não foi informado. Em breve novas informações serão divulgadas.

O Collider postou ontem (23) uma matéria ambientalizando os leitores sobre o filme The Silencing, liberando o trailer logo em seguida. Confira traduzida abaixo:

Já passou um ano inteiro desde que Game of Thrones saiu do ar, e se você está perdendo sua dose semanal de Regicida, Nikolaj Coster-Waldau tem um novo e arrepiante suspense que será lançado ainda este verão. Dirigido por Robin Pront, The Silencing estrela Coster-Waldau como um caçador reformado, assombrado pelo desaparecimento de sua filha adolescente há alguns anos. Quando ele vê um assassino caçando uma jovem garota que se parece com sua filha há muito perdida, ele se une a uma xerife (Annabelle Wallis) para rastrear o assassino e acaba sendo pego em um jogo mortal de gato e rato.

The Silencing foi originalmente programado para estrear na categoria Midnighters no SXSW este ano, antes do cancelamento do festival de cinema em meio aos primeiros dias da pandemia do COVID-19. A Saban Films lançará o filme exclusivamente na DirectTV no dia 16 de julho, seguido de um lançamento no teatro, digital e sob demanda no dia 14 de agosto.

Matéria Original: Collider | Tradução: Eduarda (Equipe Hero Fiennes Tiffin Brasil)

Assista ao trailer legendado:




Hero Beauregard Faulkner Fiennes Tiffin (Londres, 6 de novembro de 1997) é um ator e modelo britânico, conhecido por interpretar o jovem Tom Riddle em Harry Potter e o Enigma do Príncipe em 2009. Hero nasceu em Londres, Inglaterra, filho do roteirista George Tiffin e da diretora cinematográfica Martha Fiennes. Tiffin tem um irmão mais velho chamado Titan e uma irmã caçula chamada Mercy.
Saiba mais
Status do site

Nome: Hero Fiennes-Tiffin Brasil
No ar Desde: 06/11/2018
Equipe:  Conheça nossa equipe.
Visitas: |
Host: Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy
O Hero Fiennes-Tiffin Brasil não tem qualquer ligação com o Hero, familiares, diretores e seu agente. Todo o material postado aqui é de propriedade de seus respectivos autores. Pedimos que se usarem algo da nossa autoria, como traduções, fotos ou qualquer outra coisa, por favor não esqueçam de creditar. Se você é dono de algum material que foi postado aqui e deseja que seja removido, entre em contato antes de tomar qualquer ação legal.

APARIÇÕES E EVENTOS ENSAIOS FOTOGRÁFICOS E CAMPANHAS FLAGRAS FILMES SÉRIES SCANS VARIADAS